Rafael Amorim

Sua rede está segura?

 

Enquanto escrevo este texto, minha esposa está fazendo soro em um hospital da cidade. Ela está bem, graças a Deus, se recuperando de uma virose (que é o que normalmente os pacientes escutam dos médicos quando estes não sabem ou não querem dizer o que é). Para os pacientes, acompanhantes e quem tentar da rua, o hospital oferece wi-fi “di gratis” 🙂

Ocorre que a uns dias atrás (thanks jovemnerd) comecei a dar uma olhada em softwares de análise de vulnerabilidades de rede. Então instalei o nmap e rodei um teste (nmap -p 1-65535 -T4 -A -v XXX.XXX.0.0-10) por aqui em um range de IP que abrange umas 10 máquinas. Aqui eu me assustei 😐

Escolhi uma das primeiras máquinas ligadas da lista e tentei conectar via smb mesmo, buscando compartilhamentos desprotegidos. Fiz via executar do windows e não é que encontrei uma CACETADA de dados que não deviam estar desprotegidos. Eu não abri os arquivos, mas ao ver uma pasta chamada BKP SMB-UBNT senti um frio na barriga…

Em tempo  1: sou funcionário publico, não vendo consultoria de tipo nenhum e não manjo tanto de segurança de redes a ponto de dizer o que se deve ou não fazer. Eu não tenho intenção de “hackear” nenhum sistema daqui. Só estou levantando essa bola, qeu é perigoso compartilhar a internet com estranhos a rede (e as vezes até com amigos..hehe)

Em tempo 2: Na maquina com o IP final 7, o nmap diz que há um backdoor na porta 4444. Aparentemente esse pc está sendo utilizado pelo sistemas de cameras. Como não conheço o sistema, não sei se o backdoor faz parte do pacote ou alguém andou instalando acidentalmente ele.

Em tempo 3: Junto com este post mandei um email para o pessoal de TI do local para verificar isso.

Moral da história: Amanhã tenho que verificar TODA a estrutura de compartilhamento de arquivos. Vai que estou em situação pior e não sei 🙂

 

Projetos para 2013

Hoje é dia 01/01/2013. Feliz ano novo!!!

Como todo mundo tem projetos para o ano novo, e inspirado no projeto do Nick Ellis (de tocar uma musica por dia em 2012), inicio o ano novo com o projeto 365 fotos.

A ideia é simples: uma foto de um assunto qualquer por dia. Tirada e publicada no dia. Vou compor um álbum e quem sabe um vídeo no fim do ano com a compilação das fotos. 

Sem mais, eis a foto de hoje.

Foto 001/365

Convertendo arquivo NPF para VCF

Troquei essa semana de celular. Sai de um dumbphone B3410 para um smartphone Galaxy Y Pocket. Ambos da Samsung. Chip e cartão de memória foram tranquilos para colocar no telefone novo (dããã~). Foi quando vi que os contatos seriam um problema.

O que acontece: O software do telefone velho exportou os dados num arquivo com a extensão NPF. E o android não soube o que fazer com o arquivo. O KYES (programa do celular novo) que poderia ter uma solução, não funcionou na minha máquina. Nem nas outras 4 que eu tentei. Desisti do KYES porque a solução envolvia muita volta e não tinha garantia de funcionar. Abrindo o arquivo NPF no bloco de notas só vi quadrinhos. O jeito foi googlear um pouco. Achei em um site que o arquivo NPF é um arquivo MDB do ACCESS, com a extensão NPF. Como não encontrei um conversor, resolvi escrever um. Está em C# e converte para VCF, que importei diretamente no Google Contacts, e no fim os contatos apareceram “magicamente” no telefone 🙂

A unica coisa que o código não converte (porque pra mim não foi necessário) é(são) o(s) endereço(s) que estão no celular. Quem quiser rodar a aplicação, clica aqui. O código está para download aqui. E os dados enviados são excluídos no fim do programa.